Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
 
Professor da PUCPR participa de pesquisa inédita nos EUA

Pesquisa de Fabio Rueda Faucz relacionou gene ao câncer de testículo

Uma pesquisa desenvolvida pelo Instituto Nacional de Saúde (NIH), de Bethesda (EUA), relacionou o gene PDE11A ao desenvolvimento do câncer testicular familial, doença que atinge cerca de 5% da população masculina. A pesquisa inédita contou com a colaboração do professor do curso de Biologia e do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da PUCPR, Fabio Rueda Faucz, que realizou o pós-doutorado na Instituição norte-americana, e do aluno de mestrado da PUCPR, Paulo Osório.

Este é o segundo gene relacionado ao câncer testicular e o primeiro participante de uma via metabólica chave. Faucz explica que o gene PDE11A é responsável pela produção da enzima fosfodiesterase, que tem como função sequestrar as moléculas de AMPc (adenosina monofosfato cíclico). Estas moléculas, em grande quantidade, provocam a divisão acelerada das células e, em conseqüência, o câncer. Ou seja, uma diminuição da função da fosfodiesterase por mutações no gene geraria um aumento significativo na chance de se desenvolver câncer testicular, podendo ser uma importante causa desta doença.

A pesquisa contou com a participação de sete laboratórios no mundo que analisaram amostras de pacientes com e sem câncer de testículo e constatou justamente que, entre os pacientes com câncer, a incidência de mutações no gene PDE11A era significativamente maior. Para o pesquisador, por ser um gene participante de uma via metabólica esta descoberta é ainda mais relevante. "Mutações nesse gene podem causar muitos outros problemas, incluindo vários tipos de cânceres, além do câncer testicular".

De volta ao Brasil, Fábio Faucz dá continuidade à pesquisa do gene PDE11A, desta vez com foco no câncer de próstata, o segundo tipo de câncer entre a população masculina. "Partimos do princípio que este gene é muito mais expresso na próstata do que no testículo, podendo ter um papel ainda mais importante neste tecido", explica. As pesquisas estão sendo realizadas em parceria com o NIH e, atualmente, estão sendo feitas análises em camundongos.

 

Equipe de pesquisadores do NIH
Fabio Rueda Faucz, Dra. Anelia Horvath (coordenadora do projeto nos EUA) e
Dr. Jérôme Bertherat (coordenador do projeto na França)

Voltar

 

 
ACESSO DIRETO
 
Acesso Direto Pesquisador Acesso Direto Empresário Aluno
 
PORTFOLIO
 
Banco de Projetos Banco de Competências Banco de Patentes
 
PUC INOVAÇÃO
 


Clique para visualizar a edição

Todas as Edições

 
 
 
 
             
  NÚCLEOS DE COMPETÊNCIA   FOLLOW US   FALE CONOSCO  
           
    Siga-nos nas redes sociais ...   Tel.: +55 41 3271-1389  
         
      Twitter   Youtube   Flickr   RSS        
      Endereço:  
      Rua Iapó, 1225 - Prado Velho  
        CEP: 80215-223 - Curitiba PR  
           
        agenciapuc@pucpr.br