Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
 
PUCPR firma parceria com Universidade do Alabama para pesquisas na área da saúde da mulher

Agência PUC oferecerá apoio executivo ao projetos

O vice- reitor da PUCPR, João Oleynik, recebeu na quinta-feira (20) a representante da University Alabama at Birmingham (UAB), Isabel Scarinci (foto), e a pesquisadora Andrea Silveira, que integra o grupo de pesquisas do curso de Psicologia da PUCPR. A universidade americana firmou em agosto dois convênios internacionais para pesquisas na área de saúde da mulher. A parceria envolve 1,5 milhão para o projeto Rede de Controle de Tabaco e R$ 300 mil para Exames de Prevenção do Câncer de Mama entre Mulheres Brasileiras: Desenvolvimento de Estratégias Culturalmente Relevantes.

A Agência PUC cumpriu seu papel intermediando a relação entre a PUCPR e UAB, bem como oferecerá apoio executivo aos Projetos. "Nosso trabalho foi muito facilitado, em parte, pelo relacionamento histórico entre o grupo de pesquisadores da PUCPR e as professoras Andréa e Isabel da UAB e, em parte, pelo forte empenho dos pesquisadores na definição e formalização do projeto. Para nós este Projeto assume especial relevância. Trata-se de reconhecimento externo, por uma Universidade altamente conceituada, da capacidade e da qualidade das pesquisas da PUCPR. Tenho certeza que os reflexos sociais deste projeto merecerão prestígio internacional", disse Marcio Spinosa, diretor executivo da Agência PUC.

Além da parceria, por meio do curso de Psicologia da PUCPR, a universidade americana pretende ampliar a relação com a PUCPR e possibilitar o intercâmbio entre estudantes de todos os níveis e professores que tenham interesse em pesquisas comuns em diversas áreas do conhecimento. Para Isabel, a parceria é importante para a troca de conhecimento. "As universidades têm um compromisso social e isto só é possível com a aproximação das culturas", disse a representante da UAB.

Pesquisas - o projeto Rede para o Controle de Tabaco entre as Mulheres, coordenado na pela professora Regina Cruz, diretora do curso de Psicologia da PUCPR, tem como objetivos promover o controle do tabagismo e paralelamente capacitar profissionais da área de saúde, professores universitários e estudantes de graduação para atuação na área de prevenção. O projeto terá duração de cinco anos e ao longo deste período serão criadas três regionais para atuação dos pesquisadores, serão promovidos seminários sobre o tema e metodologia de pesquisa.

"Focamos o trabalho no público feminino a partir de uma pesquisa realizada com as mulheres curitibanas em 2003 aqui na PUCPR. Temos dados que mostram que os estados do sul têm o maior número de mulheres fumantes do Brasil e que as mulheres têm mais dificuldade de deixar o cigarro do que os homens", explica Andréa Silveira, co-responsável pelo projeto. O trabalho será realizado em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR), Instituto Nacional do Câncer (INCA), Secretaria de Saúde do Estado do Paraná, Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba e Associação Paranaense Contra o Fumo.

A pesquisa sobre o câncer de mama também surgiu a partir de dados importantes. A doença é considerada a principal causa de morte entre mulheres no Brasil e, no Paraná, a incidência é uma das maiores do país. Mesmo assim, um estudo da World Health Survey mostra que num total de cinco mil brasileiras pesquisadas, 45,9% das que têm entre 40 e 69 anos afirmaram nunca ter feito uma mamografia e 6,9% fizeram o exame há mais de três anos e 47,2% fizeram mamografia nos últimos três anos. A coordenadora do Projeto pela PUCPR é a professora Ilma Siqueira.

O trabalho da PUCPR, em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde, com a Associação das Amigas da Mama e com a Clínica Paciornik, tem como finalidade disseminar a prevenção do câncer de mama entre mulheres brasileiras. A pesquisa terá duas etapas interdependentes. Na primeira serão levantadas informações sobre a percepção das mulheres brasileiras em relação aos exames de detecção precoce do câncer de mama e serão identificados os fatores sócio-culturais que influenciam o seu comportamento. Na segunda etapa serão elaboradas estratégias para a disseminação da importância dos exames de detecção.

Representante da Universidade do Alabama, Isabel Scarinci, e o vice-reitor da PUCPR, João Oleynik

Voltar

 
ACESSO DIRETO
 
Acesso Direto Pesquisador Acesso Direto Empresário Aluno
 
PORTFOLIO
 
Banco de Projetos Banco de Competências Banco de Patentes
 
PUC INOVAÇÃO
 


Clique para visualizar a edição

Todas as Edições

 
 
 
 
             
  NÚCLEOS DE COMPETÊNCIA   FOLLOW US   FALE CONOSCO  
           
    Siga-nos nas redes sociais ...   Tel.: +55 41 3271-1389  
         
      Twitter   Youtube   Flickr   RSS        
      Endereço:  
      Rua Iapó, 1225 - Prado Velho  
        CEP: 80215-223 - Curitiba PR  
           
        agenciapuc@pucpr.br